O homem enquanto UNO

 

  Sociedade

 

Desde sempre o homem aprendeu a viver em comunidade e voltado para uma sociedade cheia de normas e regras que algumas têm de ser cumpridas; enquanto outras pode-se chegar a um consenso que dependem da própria sociedade.

O homem enquanto indivíduo, isto é unidade procura se agrupar, por que se chega à conclusão de que não se está bem só – solidão extrema, logo procura uma sociedade com valores e padrões sociais mais ou menos parecidos com os dele. A relação entre seres, uns com os outros segue as normas de condutas impostas e arbitrárias que nos são impostas. Se fugirmos aos padrões e adoptarmos uma conduta, esta tem de ser aceite pela sociedade, caso contrário somos expulsos e rotulados como desprezíveis, apontados pelo nosso lugar em sociedade.

Enquanto seres que fazemos parte de um grupo que constitui a sociedade somos todos iguais uns aos outros, e seremos todos os dias julgados e avaliados pelas condutas adoptadas face aos problemas a que estamos sujeitos no nosso dia-a-dia, não só os atos praticados pelo pensamento, mas também os atos que praticamos na sociedade.

Conclusão: os atos constroem-se através da nossa atitude, são as nossas marcas; as nossas pisadas, o nosso caminho. Agimos de acordo com a nossa educação e cultura, segundo os pilares daqueles que exigem de nós determinada conduta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s